BUSCA POR EMPRESAS
CATEGORIA
ESTADO
CIDADE
Compartilhe:
Min.
Máx.
NOTÍCIA
26/02/2015
Justiça manda liberar estradas, mas ainda há bloqueios nesta quinta-feira

Apesar de acordo e decisões judiciais para liberação das rodovias federais em 11 estados, os caminhoneiros mantêm bloqueios, nesta quinta-feira (26), em oito deles: Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. No Rio de Janeiro, há protestos, mas as vias não foram interditadas.

Sindicatos e associações aceitaram a proposta do governo nesta quarta-feira (25) para acabar com os bloqueios. Entre os pontos do acordo, está a sanção integral da Lei do Caminhoneiro, que regulamenta a profissão de motorista, e o compromisso da Petrobras de que o diesel não sofrerá reajuste nos próximos seis meses. 

Entretanto, o acordo não contou com o apoio deIvar Luiz Schmidt, que se diz representante do Comando Nacional do Transporte. Segundo ele, o CNT é responsável por cerca de 100 bloqueios nas estradas.

Como a liderança do movimento não é centralizada, há manifestantes que continuam parados alegando que não foram notificados ou que o grupo que negociou com o governo não tem legitimidade.

Reação do governo
A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta que a proposta do governo teve "boa recepção" da categoria, apesar da continuidade dos bloqueios em alguns estados. "Esse conjunto de propostas foi divulgado, e a gente tem visto que elas têm tido uma boa recepção [dos caminhoneiros]. Agora, aguardamos."

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse nesta tarde que boa parte dos caminhoneiros voltou ao trabalho e que a lei precisa ser cumprida em relação a quem está descumprindo a ordem de desbloquear rodovias. Ele afirmou ainda que a Polícia Federal vai investigar supostos crimes ocorridos durante os protestos.

fonte: G1

CENTRAL DE ATENDIMENTO
Edifício Eldorado, R. Bahia, 1245 - Centro, Sala 09
41 - CEP 18700-090
Avare/Sp / SP